Durante o ano existem várias campanhas de conscientização que buscam levar a prevenção de alguns problemas e doenças às pessoas, por exemplo: Outubro Rosa para o câncer de mama, e o Novembro Azul contra o câncer de próstata.  A campanha do Setembro Amarelo é voltada para a prevenção de um assunto muito delicado: o suicídio. As campanhas do Setembro Amarelo foram iniciadas pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) em 2014, visando, por meio do esforço coletivo e organizações engajadas, quebrar tabus que cercam o tema. Falar sobre o assunto e tirar algumas dúvidas é a melhor forma de conscientização. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a OMS, nove em cada dez casos poderiam ser prevenidos. O suicídio é considerado um problema de saúde pública e mata 1 brasileiro a cada 45 minutos e 1 pessoa a cada 45 segundos em todo o mundo. Pelos números oficiais, são 32 brasileiros mortos por dia, taxa superior às vítimas da AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Pelo menos o triplo de pessoas tentaram tirar a própria vida e outras chegaram a pensar em suicídio. Apesar de números tão alarmantes, o assunto ainda é tratado como tabu. Evita-se o assunto, o que só colabora para seu aumento dos casos, pois as pessoas muitas vezes não sabem que podem procurar ajuda.   Fonte: https://www.cvv.org.br/blog/movimento-mundial-setembro-amarelo-estimula-prevencao-do-suicidio/]]>